A Apple tem estado a fazer alguns investimentos com vista a tornar-se no sistema mobile mais seguro do mundo. E está a fazê-lo porque o “calcanhar de Aquiles” do seu principal concorrente, o Android, são justamente as questões de segurança.

Assim, a Apple está a testar o IOS 11.4 (a próxima actualização, a sair dentro em breve), onde junta uma medida chamada USB Restricted Mode. Esta medida de segurança vai impedir o acesso à porta Lightning  de outros dispositivos, após passar 7 dias sem o telefone ser desbloqueado. Desta forma, passados os 7 dias esta porta pode apenas ser utilizada para carregamento do IPhone ou IPad.

A grande mudança aqui é impedir o IPhone/IPad de se ligar ao Itunes para fazer o backup, para em seguida usar o backup para extrair o código de acesso ao telefone.

Significa isto que se o telefone for roubado, ou se for apreendido pelas autoridades, existe um prazo máximo de 7 dias até o equipamento ficar inutilizado, garantindo a privacidade do seu utilizador. Além disso, esta medida vem acompanhada de uma função que desabilita o IPhone/IPad de contactar com equipamentos afectos à mesma conta de ICloud.

Esta é possivelmente a resposta da Apple a empresas que afirmaram ter a capacidade de desbloquear o Iphone tanto com Hardware como com Software, e que supostamente trabalhariam em parceria com alguns governos. É o caso da Grayshift que anunciou venda da “GrayKey” a 15.000$ dólares para fazer o unlock do super-seguro IPhone X, que usa o reconhecimento facial para desbloquear o equipamento, tal como noticiou a Forbes a 5 de Março de 2018.

Em resumo, um IPhone X roubado ou apreendido tem 7 dias de vida, sem que seja preciso fazer nada para isso… Em breve com a próxima actualização!