No mercado dos Assistentes de Voz destacam-se a Amazon Alexa e o Google Home. São os mais inteligentes e versáteis, tendo deixado a Siri da Apple para trás, razão pela qual o Homepod não está a ter grande saída, porque de facto não é mais do que uma coluna de som, com a Siri incorporada…

A Samsung também está nesta corrida com o Bixby, mas talvez mais atrás do que a Siri da Apple, fazendo lembrar a corrida pelos Smartwatches, onde a Samsung já apresentou alguns modelos mas nenhum “beliscou” o Apple Watch…

A questão é que a Samsung resolveu investir num recurso “falhado” como o Bixby, e espalha-lo pela casa: a começar em breve, a Samsung promete que até 2020 terá uma linha completa de electrodomésticos (frigoríficos, fornos, aspiradores, máquinas de lavar, equipamentos de ar-condicionado e televisões), em rede, e a usar o Bixby.

A ideia é pôr o Bixby a funcionar como um “Family Hub da Samsung”, entendendo as diferentes vozes dos residentes da casa e com capacidade de gerir agendas individuais, fazendo um balanço dos suprimentos essenciais, ligando e desligando luzes e outros equipamentos, e eventualmente fazendo pesquisas e compras online.

Uma aposta forte num recurso falhado, que pelos vistos não é assim tão mau