O Energy Observer lançado em 2017 em Saint-Malo (França), para a dar a volta ao mundo. Esta embarcação afirma-se como um hino às energias renováveis, já que apresenta soluções energéticas amigas do ambiente: utiliza energia solar, eólica, hidrocinética (ou gerada pelas ondas) e hidrogénio retirado do mar.

A equipa será liderada por Victorien Erussard e Jérôme Delafosse e tem como vocação apoiar as redes de energia do Futuro, com via a torná-las eficientes e aplicáveis em grande escala.

Esta tournée mundial patrocinada pela Toyota, será uma viagem de circum-navegação, tal como a que foi liderada por Fernão de Magalhães em 1519. Num desafio simultaneamente humano e tecnológico, o Energy Observer vai navegar durante seis anos para testar a tecnologia a bordo em condições extremas.

O hidrogénio está no centro do projecto do Energy Observer, sendo a principal razão para a participação da Toyota Motor Europe. O hidrogénio a bordo da embarcação, permite uma vantagem considerável em termos de peso (cerca de 50%), quando comparado a uma solução de armazenamento exclusivamente a baterias eléctricas.

A utilização de hidrogénio como fonte primeira de energia, é entusiasmante para o combate aos gases com efeito de estufa que provocam o aquecimento global (ver programa), uma vez que o hidrógénio queimado juntamente com o oxigénio apenas produz água e energia.

Utilizado como meio de armazenamento de energia, o hidrogénio é fundamental para ultrapassar a questão do fornecimento intermitente de energia, tanto em terra quanto no mar.

Após ter navegado junto a França e à Península Ibérica em 2017, a embarcação está agora a percorrer o Mar Mediterrâneo e chegará ao norte da Europa em 2019. O Energy Observer tem por objectivo apresentar-se em Tóquio antes do Jogos Olímpicos de 2020.

“O Energy Observer é uma iniciativa empolgante e nós, na Toyota Motor Europe, estamos muito satisfeitos por estarmos associados a uma equipa tão apaixonada e dedicada. Este projecto demonstra, mais uma vez, as várias utilizações práticas do hidrogénio e que podem ser desenvolvidos à medida que passamos para uma sociedade de hidrogénio”, comentou Matt Harrison, vice-presidente de marketing e vendas da Toyota Motor Europe.

A Toyota tem sido pioneira na tecnologia de hidrogénio nos últimos 20 anos, ao realizar testes em condições exigentes para garantir que o hidrogénio possa funcionar como uma alternativa prática de combustível. O hidrogénio permite um reabastecimento rápido, uma autonomia significativa e uma óptima experiência de condução sem emissões, bem como este combustível pode ser adaptado a carros, camiões barcos e até a empilhadoras.

Durante esta expedição, a equipa do Energy Observer vai realizar um documentário, uma série de 8 episódios para ser exibida no “Planete +”.

Curiosamente o Energy Observer, não é o primeiro barco a mover-se só com energias renováveis. Há já alguns anos que existe o Catamaran Heliotrope, que se move com energia solar e com energia do vento. Por isso devemos olhar para o Energy Observer mais como uma acção de Marketing para mudar de hábitos, do que como uma inovação.

Credits: EnergyObserverExpedition