Verão é aquela altura de descanso por excelência, de repor energias depois dos desafios de um ano de trabalhos e projetos. Estar em pausa não significa paralisar. Podemos utilizar o tempo livre de que dispomos para aprender uma nova competência, ou aprofundar aquelas áreas que nos despertam o interesse mas para as quais, na agitação do dia a dia, nunca sentimos ter tempo.

Nestes dias tranquilos, que convidam ao ócio, propomos: e porque não aproveitar o verão para aprender a desenhar em 3D?

Com o sol e  calor, tudo o que menos apetece é ficar fechado numa sala, frente ao monitor de um computador, por muito interessante que seja a aprendizagem de uma nova ferramenta ou meio de expressão. Queremos sair, ir para a esplanada, apanhar sol e estender a toalha na praia. Felizmente, com as tecnologias móveis, podemos ter o melhor de dois mundos: o lazer ao ar livre, e dispositivos de computação poderosos que nos permitem estar ligados em qualquer parte.

Para quem tem crianças, esta é uma boa altura para lhes encontrar uma ocupação ao mesmo tempo divertida e criativa, usando tecnologias digitais móveis. Desenhar em 3D estimula novas aprendizagens, especificamente no domínio do pensamento computacional, desenvolve competências de conceptualização e visualização espacial, e ajuda a despertar criatividade e talentos. Tem um bónus adicional: já no próximo ano letivo, a modelação 3D fará parte do programa da disciplina de Tecnologias de Informação e Comunicação no sétimo ano de escolaridade. Ficar a conhecer algumas aplicações e saber modelar pode-se tornar uma vantagem.

Nada impede que se aproveite o tempo de verão para, na esplanada, no parque ou na toalha da praia para aprender a desenhar em 3D. Descobrir como criar casas, foguetes, aviões, carros, animais, personagens, cenários completos e até aplicações avançadas com mecanismos é divertido.

Propomos neste artigo uma listagem de software de modelação 3D para tablet e telemóvel. Não tendo o poder das aplicações desktop, são excelentes para aprender princípios de modelação, e conseguem.se resultados muito interessantes com curvas de aprendizagem rápidas. Podemos partilhar os resultados como imagem nas redes sociais, modelo 3D no Sketchfab ou Google Poly, e se tivermos acesso a uma impressora 3D, segurar nas nossas mãos o modelo que criámos, desenhado com os dedos no ecrã do tablet.

O ecossistema iOS tem bastantes aplicações avançadas de modelação 3D. Alguns tiram partido da Apple Pen e do iPad Pro para soluções de desenho técnico 3D de nível profissional. No mundo android as escolhas são mais restritas

3DC.io:

A modelação primitivos é uma das mais antigas técnica de modelação 3D. Baseia-se no uso de formas geométricas elementares, denominadas de primitivos, modificadas com redimensionamento, rotação e operações booleanas de corte e união. Conjugando e deformando formas como cubos, esferas, toros, pirâmides e cilindros podemos criar modelos bastante complexos. Indo mais além, tem ferramentas de desenho livre que se transformam em 3D e de escrita, para criar letras tridimensionais. Pensado para públicos a iniciar-se no 3D, especialmente para crianças, o 3DC.io é a melhor solução de modelação 3D por primitivos em dispositivos móveis. Tem um interface simples de utilizar, permite criar modelos complexos. Para os que têm poucas ideias, tem uma galeria online de projetos que servem de inspiração. Os resultados podem ser exportados como imagem, ou nos formatos 3D obj, para edição posterior noutro software mais avançado, e STL para impressão 3D. Gratuita no seu uso, paga para se utilizar funções avançadas.

Onshape

Aqui entramos em campos profissionais. O Onshape é uma aplicação avançada de CAD que usa a cloud, ao nível do Autocad ou Fusion. Não necessita de ser instalada para ser utilizada, e é completamente gratuita, tendo como única limitação, na versão gratuita, os projetos serem sempre públicos. Esta aplicação tem tido uma enorme adesão na comunidade maker pela facilidade de acesso e forma como disponibiliza ferramentas avançadas de desenho técnico.

Tem versões móveis  para iOS e Android, que no fundo são clientes para aceder à versão web da aplicação. Funciona apenas com acesso à internet. Não tem qualquer limite de ferramentas, e permite todo o tipo de modelação complexa que associamos ao CAD, usando o dedo para desenhar.

Apesar de ser a app mais complexa desta lista, não é difícil de começar a criar modelos simples, desenhando superfícies e criado extrusões. Outra boa forma de explorar o potencial desta app para iniciação é descobrir como criar modelos por revolução.

SDF 3D

Uma aplicação gratuita singular, pensada para modelar em 3D utilizando técnicas de subdivisão de superfícies. Começamos com uma esfera, que podemos modificar com extrusões, subdivisões, intrusões e outras operações. O interface é um pouco complicado, mas depois do processo de habituação, é muito fácil de criar modelos complexos.

Qubism:

Uma app perfeita para quem gosta de jogos como o minecraft. O Qubism permite criar modelos 3D empilhando e transformando cubos. Apesar de divertida e simples de utilizar, não permite exportar para impressão 3D. Aplicação gratuita.

Makers Empire:

Uma app entre o jogo e a aprendizagem da modelação 3D. Tem modos de descoberta livre, que permite modelar livremente em 3D, e desafios que guiam as crianças na criação de modelos específicos. Gratuita nas opções mais elementares.

Sketch 3D:

Das poucas apps de subdivisão de superfícies disponíveis em Android, o Sketch 3D permite modelar utilizando técnicas de extrusão e subdivisão, as mesmas que se utilizam em softwares como o Blender ou o 3DS. Na versão gratuita, estamos restritos a um único projeto.

XYZ Maker:

Desenvolvida pela chinesa DaVinci, criadora das impressoras 3D XYZ, esta é uma aplicação simples de modelação por primitivos. De forma muito simples, qualquer utilizador consegue criar modelos complexos, utilizar formas e letras nas suas criações. Apesar de um interface mais fluído do que o do 3DC.io, na nossa experiência de uso com um tablet de gama média com boas especificações de memória RAM, esta app trava quando tentamos fazer operações de corte e interseção, que são fundamentais para criar modelos complexos.

Scann 3D

O Scann 3D é uma solução móvel de digitalização 3D por fotogrametria. Esta técnica de nome complicado baseia-se em algoritmos matemáticos capazes de extrair informação espacial a partir de uma fotografia. Combinando com várias fotos de um mesmo objeto em diferentes pontos de vista, os softwares de fotogrametria são capazes de transformar as imagens no modelo 3D. Utilizar esta aplicação é muito simples. Basta tirar várias fotos em sequência, à volta do modelo que queremos digitalizar. Tem um assistente que nos ajuda a tirar as fotos que asseguram melhores resultados na reconstrução 3D. Por isso, um desafio: em vez de fazer fotos de férias, porque não fazer digitalizações 3D dos espaços que se visita?

Com esta lista de opções, e o tempo livre estival a convidar ao ócio, ainda tem desculpa para não desenvolver uma nova competência?

Por Artur Coelho,

Desenho 3d

(Professor de TIC, Mestre em Informática Educacional, Pós-graduação em Programação e Robótica, e formador/colaborador do Lab Aberto)

Nota: Aceite a sugestão do Bit2Geek e leia Pode a Inteligência Artificial criar Arte? Os robots pintopres mostram-nos como.