JWST telescópio
Credits: James Vaughan / SpaceFlight Insider

Quando o Telescópio Espacial James Webb estiver a voar no Espaço, o nosso conhecimento do Universo vai ser radicalmente diferente, e vamos poder estudar coisas incríveis, literalmente dos confins do Espaço. Mas como todos os grandes projectos da NASA, os custos estão continuamente a resvalar e o James Webb nunca mais está pronto…telescópio espacial JWST

Para ilustrar a importância deste projecto, por exemplo o JWST  vai ter um espelho dourado de de 7,60 metros o que lhe permitirá ser muito mais luminoso, ao ponto de conseguir colectar luz de estrelas e galáxias distantes, como por exemplo a luz das primeiras estrelas e galáxias que surgiram logo após o Big Bang.

E se nos vai dar dados sobre o Big Bang (o início da Criação do universo), quando estiver a fazer os seus varrimentos espaciais, vai mudar as percepções que os cientistas têm sobre a própria Criação… No primeiro livro da Bíblia, o Génesis, que faz parte do Pentateuco (Bíblia) ou da Torah (tradição judaica), e que se assume como compilação da antiga tradição oral (no caso do Génesis, desde Moisés), possivelmente datada pela primeira vez por escrito de 540 A.C., apesar de referir a tradição oral de um período muito mais remoto, começa de forma notável:

E disse Deus: Haja luz; e houve luz. (Gen. 1:3)

Curiosamente o Big Bang começa o “rebentamento” da matéria inicial e com a formação das primeiras estrelas… E que incrível seria ver fotografias da luz emitida por essas “primeiras estrelas”, pelos primeiros objectos e primeiras galáxias, formadas no início do tempo, ou no tempo do Big Bang… E que sensação ver a Ciência corporizar uma tradição oral sobrenatural que se perdeu no tempo, e que nessa época pura e simplesmente não tinha razão de ser: que a Criação tenha começado com Luz! O James Webb é quase uma experiência sobrenatural, e existe uma enorme preocupação em vê-lo a funcionar em pleno no Espaço…

Mas está a ser bastante difícil para a agência espacial NASA, para o fazer levantar do chão…

Construir um satélite não é nada fácil como nos mostra este vídeo, e existe até um jogo feito pela NASA para mostrar como a coisa é complexa (jogar o jogo da NASA aqui!)

Desde 2011, que a NASA anunciava que iria lançar o JWST, por alturas de Outubro deste ano… Afinal em Junho, e há cinco dias atrás, atrasou a data para Março de 2021, porque o JWST afinal vai custar muitos mais milhões acima do orçamento atual da NASA.

O JWST foi originalmente desenhado em 1996 como um telescópio espacial que iria custar 1 bilhão de dólares, e com lançamento esperado por volta de 2007… Desde aí, com a tecnologia que se foi desenvolvendo, o projecto “inchou” para nove vezes, tendo passado a custar 9.6 bilhões, e com mais de uma década de atraso…

E depois há azares: “alguém” aplicou um solvente incorreto para limpar uma válvula de combustível, enquanto outro “alguém” aplicou uma voltagem errada durante um teste… Shit happens!

E porquê gastar milhões e milhões, muito acima do orçamento total da NASA para construir este telescópio? Será que o Hubble Space Telescope não pode fazer o mesmo? Não pode.

O Hubble desde logo não é grande o suficiente para captar luz proveniente dos lugares mais longínquos onde a Humanidade quer dar uma “espreitadela”, mas principalmente não é suficientemente frio para aguentar a quantidade de luminosidade que terá que captar para obter essas imagens. Tudo isto obriga a regras de laboratório e em laboratórios por vezes há acidentes… Normalmente a principal consequências desses acidentes são aumento de custos e atrasos nos prazos estipulados.

E portanto o atraso de uma década, e um aumento de quase 1000% levou a que o CEO do principal empreiteiro do James Webb (a companhia Northrop Grumman), esteja literalmente a sofrer um tortura medieval no Senado norte-americano, tendo inclusivamente o deputado Dana Rohrabacher dito ao CEO da Northrop Grumman que esta é a maior “briga” que já viu entre o Governo (a NASA) e os contribuintes

É injusto o que está a acontecer ao CEO da Northrop Grumman… Por exemplo o Telescópio Espacial Hubble, inicialmente projectado para custar US $ 200 milhões, acabou por custar US $ 1,5 bilhão para ser construído. E depois há azares, como sempre, e o seu espelho teve que ser intervencionado várias vezes, tendo recebido múltiplas correcções…

James Webb telescópio

Então quanto custa o telescópio que em 2007 custava 1 bilhão? Actualmente o James Webb Space Telescope está a custar 8 bilhões mas, foi já solicitado nova aprovação de orçamento para um projecto que agora já não pode parar. É aliás por isso, que agora sabemos de quem é a culpa: da NASA!

Basicamente os cientistas da NASA, que estão entre os melhores do mundo, sabem que é preciso desenvolver certo tipo de tecnologia… O que fazem é apresentar a proposta ao Senado com custos muito reduzidos… O Senado aprova, e depois seja o que Deus quiser… Uma vez que já começou é difícil parar, e mesmo que tenha uma década de atraso, o projecto acaba por se concretizar…

Mas se não se tivesse construído o Hubble Space Telescope, por exemplo, nunca teríamos tido acesso a estas imagens, nem ás conclusões que a Ciência sobre elas tirou…

Então a Northrop Grumman tem culpa do atraso, ou desta “subestimação crónica” da NASA relativamente aos custos? Claro que não, estão a ser “vítimas” de um orçamento aprovado de “boa-fé”, para algo que nunca tinha sido construído antes, e que de facto não se faz ideia dos custos que poderia envolver, para que a Ciência dê um passo em frente…

De facto a Northrop Grumman é possivelmente a melhor equipa que há no mundo, mas o peso sobre as contas dos contribuintes é excessivo…

E contudo continuam a ser os “bodes-expiatórios”… Por exemplo, quando o James Webb foi desenhado, as tecnologias para o sustentarem ainda não tinham sido sequer inventadas, e tiveram que o ser para ele funcionar como se pretende. Em concreto foram cerca de 10 tecnologias novas, apenas para o James Webb…

A Ciência é insaciável e já está também em concepção o Space Telescope que se seguirá ao James Webb, que por sua vez ainda não conseguiu sair do chão.

Por exemplo o WFIRST, que está presentemente a ser construído, também já ultrapassou o orçamento… A administração Trump propôs o cancelamento do WFIRST devido a custos, e conseguir financiamentos para o WFIRST pode ser agora muito mais difícil, até porque o JWST (James Webb) vai continuar a dominar o orçamento de astrofísica da NASA…

Space telescope telescopios espaciais

Contudo quando conseguir vamos ter visões maravilhosas, e a Ciência dará um salto sem precedentes…

E isso acontecerá quando o James Webb estiver assim: finalmente a voar no Espaço! E esperemos que seja em 2021…

JWST telescópio
Credits: James Vaughan / SpaceFlight Insider

Nota: Entretanto, aceite a sugestão do Bit2Geek e leia Micróbios testados no Espaço podem mudar o curso da Humanidade