skech2code

É o sonho dos web designers. Imagine que seria possível desenhar o layout de uma página web no papel, aparecendo automaticamente programada e funcional. A Sketch2Code, desenvolvida pela Microsoft, promete fazer isso, colocando a inteligência artificial ao serviço do design.

Sketch2Code: Do Rascunho à Web, sem Programação

skech2code

A Microsoft tem sido discreta a divulgar esta ferramenta, que utiliza inteligência artificial para automatizar o processo de conceção de páginas web. A Sketch2Code permite passar do rascunho manual de uma página web para código HTML funcional.

Os web designers conhecem bem as aplicações de interface drag and drop, que simplificam o trabalho de codificar páginas web e permitem aproximações mais intuitivas ao trabalho de desenhar um site. A Sketch2Code não segue esses princípios. Utilizando inteligência artificial, interpreta o que os criadores desenham em rascunho e cria um produto final.

Quando se concebe uma presença na web, o primeiro passo é rascunhar o layout da pagina, percebendo visualmente qual a melhor solução, entre pressupostos de estética e usabilidade. Papel e caneta costumam ser as ferramentas mais utilizadas nesta fase. A Sketch2Code permite ultrapassar a construção da página por designers e programadores em ferramentas de web design tradicional. O algoritmo extrai informação visual partir de fotos ou imagens das propostas gráficas, criando uma página ou website funcional.

Sketch2Code: Visão Computacional, Reconhecimento de Imagens, Geração Automática de Código

A inteligência artificial da Sketch2Code agrupa várias técnicas. Combina algoritmos de reconhecimento de imagem e texto, visão computacional para identificação de layouts e imagens. Tudo isto é combinado com uma aplicação que gera código html. Tudo corre sobre os serviços web Azure, da Microsoft, em três fazes: deteção da conceção, processamento pelos algoritmos de IA, e produção de código otimizado para a web. O resultado pode ser exportado em HTML5, XAML ou UWP.

Este tipo de ferramentas gera preocupações de desumanização no processo de conceção, apontando para um diminuir das capacidades dos criadores. Com esta implementação de inteligência artificial, não terão de conhecer programação em HTML e outras linguagens web nem ser proficientes em aplicações de design para a web.

Por outro lado, estas ferramentas permitem que designers se foquem no essencial, na usabilidade e aspeto gráfico das páginas web. E fazê-lo utilizando as ferramentas mais intuitivas do kit de trabalho de design, papel e lápis. O algoritmo trata dos aspetos meticulosos e demorados de programação web. É essa a maior utilidade das ferramentas digitais, quer clássicas quer implementando inteligência artificial. Liberta-nos dos processos mais enfadonhos e repetitivos de trabalho, para nos focarmos no desenvolvimento de conceitos.

Aceite a nossa sugestão e leia mais sobre IA e robótica: OpenAi Five mostra-nos uma AI robotizada com uma “destreza sem precedentes”.

Artigo anteriorSEER: Um Robot Capaz de Mostrar Emoções, Cujo Olhar Nos Segue
Próximo artigoMarte: As maiores montanhas do sistema solar
Professor de TIC e coordenador PTE no AEVP onde dinamiza os projetos As TIC em 3D, LCD - Clube de Robótica; Fab@rts: o 3D nas Mãos da Educação, distinguido com prémio de mérito da Rede de Bibliotecas Escolares. Distinguido com o prémio Inclusão e Literacia Digital em 2016 (FCT/Rede TIC e Sociedade). Licenciado em ensino de Educação Visual e Tecnológica, Mestre em Informática Educacional pela Universidade Católica Portuguesa. Correntemente, frequenta pós-graduação em Programação e Robótica na Educação pelo Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. Tutor online na Universidade Aberta. Formador especializado em introdução à modelação e impressão 3D em contextos educacionais na ANPRI (Associação Nacional de Professores de Informática) e CFAERC. Co-criador do projeto de robótica educativa open source de baixo custo Robot Anprino. Colaborador do fablab Lab Aberto, em Torres Vedras. O seu mais recente projeto é ser um dos coordenadores do concurso 3Digital, que estimula a utilização de tecnologias 3D com alunos do ensino básico e secundário.