E-Tech Portugal

Com o tema Transformação Digital, a E-Tech Portugal está de regresso. Foram anunciadas as datas e o seu patrocinador principal. Apoiado pela Altice, a quarta edição daquele que é o maior evento tecnológico a sul do Tejo irá  decorrer a 10 e 11 de maio, em Setúbal. Durante dois dias, o Cais 3 do Porto de Setúbal irá receber um evento que conta com feira tecnológica, conferências, workshops e concursos.

O que é a E-Tech Portugal?

Este  evento tecnológico que traz ao grande público o que empresas, instituições e escolas fazem nos domínios da inovação tecnológica. É organizado em conjunto pela Edugep, Associação Nacional de Professores de Informática, Associação da Indústria da Península de Setúbal e Instituto Politécnico de Setúbal. Nas edições anteriores da E-Tech Portugal, o espaço do Cais 3 do Porto de Setúbal encheu-se de visitantes. O programa deste evento é abrangente. Sendo primordialmente um mostruário de empresas ligadas à  tecnologia, também inclui um ciclo de conferências, um vasto programa de workshops, e concursos.

A educação é uma das vertentes deste evento. A E-Tech Portugal tem desde os primeiros momentos dado espaço às escolas do ensino básico e secundário. Nesta feira, projetos pedagógicos inovadores são mostrados ao grande público, saindo dos limites do mundo da educação. Robótica, programação, eletrónica e impressão 3D costumam ser as grandes vertentes destas abordagens, exploradas em projetos, na sala de aula em disciplinas como TIC ou informática, ou nos clubes de robótica e programação. Os melhores projetos são distinguidos por um júri de personalidades ligadas à tecnologia. O mais importante, é ser também um espaço de partilha entre alunos e professores. E, essencialmente, com o grande público, que desconhece o que se faz dentro das escolas.

Aposta na Transformação Digital

E-Tech Portugal
Cartaz da E-Tech Portugal 2019

A aposta da organização tem sido na continuidade. Ao longo das suas várias edições, a E-Tech Portugal tem crescido de forma sustentada. Cada nova edição traz ao evento mais expositores de áreas diversificadas. Um crescimento que se tem traduzido também no número de participantes. Dizer que é o maior evento de tecnologia a sul do Tejo não é um slogan. Mostra a ambição da organização e a dimensão do evento. Em 2019, a quarta edição da E-Tech dedicada à Transformação Digital certamente que irá manter esta a tendência de evolução.

***Aceite o nosso convite e leia o artigo Portugal na Maker Faire Rome.

Artigo anteriorO FEDOR, o Robonaut, o Cimon: a “confiança” nos Cyborgs do Espaço
Próximo artigoA sonda Chang’e 4 não vai só plantar batatas na Lua…
Professor de TIC e coordenador PTE no AEVP onde dinamiza os projetos As TIC em 3D, LCD - Clube de Robótica; Fab@rts: o 3D nas Mãos da Educação, distinguido com prémio de mérito da Rede de Bibliotecas Escolares. Distinguido com o prémio Inclusão e Literacia Digital em 2016 (FCT/Rede TIC e Sociedade). Licenciado em ensino de Educação Visual e Tecnológica, Mestre em Informática Educacional pela Universidade Católica Portuguesa. Correntemente, frequenta pós-graduação em Programação e Robótica na Educação pelo Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. Tutor online na Universidade Aberta. Formador especializado em introdução à modelação e impressão 3D em contextos educacionais na ANPRI (Associação Nacional de Professores de Informática) e CFAERC. Co-criador do projeto de robótica educativa open source de baixo custo Robot Anprino. Colaborador do fablab Lab Aberto, em Torres Vedras. O seu mais recente projeto é ser um dos coordenadores do concurso 3Digital, que estimula a utilização de tecnologias 3D com alunos do ensino básico e secundário.