scramjet
Banco de testes de motor Scramjet (AFRL-USAF)-

A Força Aérea americana testou recentemente um modelo de motor scramjet que quebrou recordes de impulso, e demonstrou ser capaz de levar um veículo a atingir velocidades de Mach 4. O motor foi desenvolvido pela Northrop Grumman para o Air Force Research Laboratory. 

Scramjet: O Motor Dos Veículos Hipersónicos

Este scramjet foi testado ao longo de seis meses, atingindo um máximo de 13.000 libras de empuxo. Os motores a jato convencionais de aviões militares de quarta e quinta geração têm potência superior, mas um scramjet não é um motor comum. Este tipo de motores depende de alta velocidade do veículo para comprimir o combustível em fluxos de ar supersónicos. Com isto, consegue operar de forma eficiente em velocidades hipersónicas, possibilitando aeronaves que voem em velocidades várias vezes superiores à do som.

Estes motores têm um óbvio potencial militar, permitindo propulsionar aeronaves, drones e mísseis a velocidades muito elevadas, ultrapassando defesas convencionais. No campo civil, as altas velocidades permitirão voos intercontinentais em tempos que se medem em poucas horas.

Esta tecnologia é ainda muito experimental, investigada por diversas instituições em todo o mundo. Dado o seu potencial militar, grande parte destas tecnologias é considerada sigilosa, não havendo muitos detalhes sobre o estado da arte e suas aplicações. Até agora, o teste mais conhecido de tecnologias de voo hipersónico foi com a aeronave X-51 Waverider. Desenvolvida pela Boeing, atingiu velocidades de mach 5 em 2013.

***IMPORTANTE***

Não se esqueça de ajudar o Bit2Geek a crescer nas redes sociais, para termos mais colaboradores e mais conteúdo, 👍? A sua ajuda muda tudo!

 

***E clique em baixo para saber mais…

Sabia Que… Este Motor Aerospike É Totalmente Impresso em 3D?

Artigo anteriorSabia Que… A UPS Já Utiliza Camiões Autónomos?
Próximo artigoCapturas na Rede – 21 de Setembro: O Futuro Está Entre Nós
Professor de TIC e coordenador PTE no AEVP onde dinamiza os projetos As TIC em 3D, LCD - Clube de Robótica; Fab@rts: o 3D nas Mãos da Educação, distinguido com prémio de mérito da Rede de Bibliotecas Escolares. Distinguido com o prémio Inclusão e Literacia Digital em 2016 (FCT/Rede TIC e Sociedade). Licenciado em ensino de Educação Visual e Tecnológica, Mestre em Informática Educacional pela Universidade Católica Portuguesa. Correntemente, frequenta pós-graduação em Programação e Robótica na Educação pelo Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. Tutor online na Universidade Aberta. Formador especializado em introdução à modelação e impressão 3D em contextos educacionais na ANPRI (Associação Nacional de Professores de Informática) e CFAERC. Co-criador do projeto de robótica educativa open source de baixo custo Robot Anprino. Colaborador do fablab Lab Aberto, em Torres Vedras. O seu mais recente projeto é ser um dos coordenadores do concurso 3Digital, que estimula a utilização de tecnologias 3D com alunos do ensino básico e secundário.