sistema

E se algo correr mal durante o voo… basta pressionar um grande botão vermelho, que o avião aterra sozinho. É essa a promessa do sistema de aterragem autónomo desenvolvido pela Garmin para as construtoras de aviões Cirrus e Piper. A Cirrus instalou-o no seu mais recente jato privado, o Cirrus Vision Jet.

Sistema Safe Return Emergency Autoland System

O sistema Safe Return Emergency Autoland System instalado nos Cirrus está preparado para, em caso de emergência que incapacite o piloto, aterrar o avião de forma automatizada. Quando ativado, procura o aeroporto mais próximo, calcula a trajetória para lá chegar, controla a aeronave até à aterragem e envia mensagens aos serviços de emergência. A aterragem é suave e o sistema é capaz de desligar o motor. Tudo a partir de um toque num botão que o ativa. O botão pode ser ativado por pilotos ou passageiros, assegurando que em caso de problemas em voo estes não se traduzam em catástrofe.

Este sistema instalado nos Cirrus combina automação com GPS, radar e comunicações para permitir uma aterragem segura. Todos os procedimentos de aproximação e aterragem podem ser controlados por este sistema, mantendo os passageiros e os serviços de emergência informados das ações do avião. O objetivo não é que a aeronave voe de forma autónoma, mas sim entrar em ação em caso de emergência. Este é mais um sistema que permite voo autónomo, mostrando que na aviação a tendência é a de progressiva automatização do voar.

***IMPORTANTE***

Não se esqueça de ajudar o Bit2Geek a crescer nas redes sociais, para termos mais colaboradores e mais conteúdo, 👍? A sua ajuda muda tudo!

 

***E clique em baixo para saber mais…

FCAS: O Futuro da Aeronáutica Militar Europeia