reachy

Mais um robot que se junta ao crescente grupo de máquinas pensadas para estkmular proietos de investigação e educação. O Reachy é uma plataforma robótica humanóide, que se distingue pela sua modularidade.

Reachy, O Robot Que Atrai Atenções 

O olhar capta-nos logo. Os sensores visuais montados na cabeça do Reachy atraem as atenções, fazendo recordar um robot de desenho animado particularmente kawaii. Foi especialmente desenhada para ter movimentos quase humanos. Mas esta máquina vai muito mais longe do que o seu aspeto divertido. É uma plataforma de desenvolvimento robótico baseada em tecnologias open source. Está concebida para ser modular nas suas aplicações, podendo ser usada em múltiplos contextos. A equipe de desenvolvimento aponta aplicações nas áreas de serviços, atendimento a clientes, ou pesquisa e desenvolvimento. Para isso, conta com braços robóticos com 7 DOF, equipáveis com diversos manipuladores. 

Para treinar o Reachy a desempenhar tarefas, os investigadores executam programação em Python. O robot inclui uma componente de Inteligência Artificial para aprendizagem automática, desenvolvida para facilitar o trabalho de programação. A base do software é open source. O senão deste robot é o preço do hardware. Com valores que rondam os 17.000 euros, o Reachy não estará ao alcance de todos os que quiserem desenvolver aplicações de robótica. Claramente, está pensado para aplicações na investigação universitária e empresarial.

***IMPORTANTE***

Não se esqueça de ajudar o Bit2Geek a crescer nas redes sociais, para termos mais colaboradores e mais conteúdo, 👍? A sua ajuda muda tudo!

***E clique em baixo para saber mais…

Sabia Que… Este Robot Impresso Reage ao Ambiente?

Artigo anteriorCapturas na Rede, 28 de Março: Viver nos Tempos de Pandemia
Próximo artigoTecnologias e Comunidades: Makers e Educação no Combate à Pandemia
Professor de TIC e coordenador PTE no AEVP onde dinamiza os projetos As TIC em 3D, LCD - Clube de Robótica; Fab@rts: o 3D nas Mãos da Educação, distinguido com prémio de mérito da Rede de Bibliotecas Escolares. Distinguido com o prémio Inclusão e Literacia Digital em 2016 (FCT/Rede TIC e Sociedade). Licenciado em ensino de Educação Visual e Tecnológica, Mestre em Informática Educacional pela Universidade Católica Portuguesa. Correntemente, frequenta pós-graduação em Programação e Robótica na Educação pelo Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. Tutor online na Universidade Aberta. Formador especializado em introdução à modelação e impressão 3D em contextos educacionais na ANPRI (Associação Nacional de Professores de Informática) e CFAERC. Co-criador do projeto de robótica educativa open source de baixo custo Robot Anprino. Colaborador do fablab Lab Aberto, em Torres Vedras. O seu mais recente projeto é ser um dos coordenadores do concurso 3Digital, que estimula a utilização de tecnologias 3D com alunos do ensino básico e secundário.

1 COMENTÁRIO

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.