Educar e aprender no século XXI, para intervir numa sociedade sustentada, mediada e definida pela tecnologia, requer novas propostas, capazes de ir mais além do ensino tradicional massificado. Compreender a tecnologia é uma das competências mais essenciais na sociedade contemporânea, e isso requer que desde cedo, junto das crianças, se desenvolvam atividades que lhes permitam apropriar-se das tecnologias. Não de forma passiva, mas ativa, experimentando, aprendendo e fazendo em contextos que vão da programação à robótica e eletrónica, entre outras vertentes. E, para isso, são precisas novas ideias e iniciativas.

Iniciativa Making Education Makers

iniciativa

É neste contexto de busca de novas metodologias para aprendizagem com tecnologias que se insere a iniciativa Making Education Makers At Home. Dinamizada pelo Fablab Benfica, na Escola Superior de Educação de Lisboa, Distributed Design e Fab Foundation, este convite/desafio destina-se a todos os interessados, quer sejam designer, makers ou educadores. A call sublinha a necessidade de encontrar estratégias abertas para que em contexto pandémico, as crianças consigam em casa criar projetos de criação com tecnologia. 

Abertura é um dos elementos essenciais desta iniciativa, que desafia criadores e educadores a propor produtos ou recursos educativos abertos, com uma forte aposta no design distribuído. As melhores dez propostas serão selecionadas para participar nas próximas edições das Maker Faire Lisboa, Bilbau, Barcelona e Viena, destacadas nos catálogos DistributedDesign.eu e Fabschools.pt. Os dois melhores projetos terão um plano de mentoria do Fablab Benfica e ajudas de 700€ por projeto, para o seu desenvolvimento e comunicação.

Os detalhes sobre esta Call e candidaturas podem ser encontrados na página do projeto: Fabschools – Making Education Makers. E, se têm uma ideia educativa inovadora a fervilhar, algo que crianças consigam desenvolver de forma autónoma em suas casas, aproveitem. Até dia 15 de setembro, podem concorrer a esta iniciativa.

***IMPORTANTE***

Não se esqueça de ajudar o Bit2Geek a crescer nas redes sociais, para termos mais colaboradores e mais conteúdo, 👍? A sua ajuda muda tudo!

***E clique em baixo para saber mais…

Playmode: A Arte do Jogo

Artigo anteriorCapturas na Rede, 22 de Agosto: Forma e Funções
Próximo artigoCapturas na Rede, 29 de Agosto: Tópicos de Leitura
Professor de TIC e coordenador PTE no AEVP onde dinamiza os projetos As TIC em 3D, LCD - Clube de Robótica; Fab@rts: o 3D nas Mãos da Educação, distinguido com prémio de mérito da Rede de Bibliotecas Escolares. Distinguido com o prémio Inclusão e Literacia Digital em 2016 (FCT/Rede TIC e Sociedade). Licenciado em ensino de Educação Visual e Tecnológica, Mestre em Informática Educacional pela Universidade Católica Portuguesa. Correntemente, frequenta pós-graduação em Programação e Robótica na Educação pelo Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. Tutor online na Universidade Aberta. Formador especializado em introdução à modelação e impressão 3D em contextos educacionais na ANPRI (Associação Nacional de Professores de Informática) e CFAERC. Co-criador do projeto de robótica educativa open source de baixo custo Robot Anprino. Colaborador do fablab Lab Aberto, em Torres Vedras. O seu mais recente projeto é ser um dos coordenadores do concurso 3Digital, que estimula a utilização de tecnologias 3D com alunos do ensino básico e secundário.