A ICON é uma empresa do Texas com sede em Austin, conhecida por ser especialista na construção de habitações em 3D Printing. Agora, esta startup veio a público anunciar o seu Projeto Olympus, um esforço ambicioso para desenvolver um sistema de construção  em 3D baseado no espaço, sendo que a ideia é desenvolver soluções de habitação para serem utilizados na Lua e em Marte.

“Desde a fundação da ICON, que pensamos na construção fora do mundo. É uma progressão surpreendentemente natural se estivermos a perguntar sobre as maneiras pelas quais a construção aditiva e a impressão 3D podem criar um futuro melhor para a Humanidade”, afirmou o co-fundador da ICON e CEO Jason Ballard por comunicado de imprensa.

“Estou confiante de que aprender a construir em outros mundos também proporcionará os avanços necessários para resolver os desafios habitacionais que enfrentamos neste mundo”. Estes são esforços que se reforçam mutuamente”, acrescentou ainda o CEO.

E se as declarações parecem ambiciosas, convém referir que Projeto Olympus não é uma iniciativa de sonhadores mas sim um acordo “bastante terreno”, e apoiado por entidades governamentais. De facto, o Olympus surge apoiado num contrato de “Pesquisa de Inovação para Pequenas Empresas” (SBIR) que a ICON assinou recentemente com a Força Aérea dos EUA, para desenvolver tecnologia própria de impressão 3D.

Este acordo com a duração de quatro anos ronda os US $ 14,55 milhões, segundo informações que recolhemos no Austin Business Journal. E neste valor total existe naturalmente uma contribuição da NASA, que corresponde a  15% da soma do SBIR, segundo foi explicado pelos representantes da ICON ao referido jornal.

A ideia será incorporar esta tecnologia de 3D Printing no Programa Artemis (um esforço para criar o primeiro “outpost” ou base lunar até 2024). Aqui o 3D Printing pode ser decisivo, uma vez que permitirá a utilização extensiva do rególito lunar para servir de cobertura a insufláveis/expansíveis (que serão habitáveis), muito semelhantes aos que são já desenvolvidos pelo AXIOM Aerospace.

Agora, com o recém-anunciado acordo SBIR, a ICON terá como “parceiro de campo” o Marshall Space Flight Center da NASA, localizado no Alabama, onde a startup texana irá testar uma variedade de tecnologias de processamento e impressão usando solo lunar simulado. A pesquisa será baseada na tecnologia demonstrada pela ICON em 2018 durante o 3D Printed Habitat Challenge da NASA, disseram representantes da empresa.

Melhor do que imaginar será ver neste vídeo esta tecnologia:

“Queremos aumentar o nível de preparação da tecnologia e testar os sistemas para provar que seria viável desenvolver uma impressora 3D em grande escala, que pudesse construir  uma infraestrutura na Lua ou em Marte”, declarou Corky Clinton, Diretor Associado do Escritório de Ciência e Tecnologia do Marshall Center da NASA. “A equipa vai usar o que aprendemos com os testes de simulador lunar para projetar, desenvolver e demonstrar protótipos para um sistema de construção de aditivos em escala real.”

O Projeto Olympus tem aberto a porta aberta a novas parcerias tendo já chegado a acordo com a SEArch + (Arquitetura de Exploração Espacial) e com o BIG-Bjarke Ingels Group, com sede na Dinamarca.

Veja-se as imagens do projecto aqui:

ICON

ICON

*Créditos: ICON

*Gosta do que fazemos no Bit2Geek?*

Então, BUY ME A COFFE ou dê-nos um 👍!!!

Ajude-nos a crescer e a ter mais conteúdo!

 

***E clique em baixo para ficar a saber mais!

Uma destas mulheres vai começar a colonização da Lua em 2024

*Ou então clique aqui!

Programa Artemis da NASA: Vamos voltar á Lua em 2024?